Contexto

Como parte das ações e estudos que fazem parte do Plano de Proteção Territorial Indígena do Médio Xingu, a Norte Energia contratou a HEX para implantar e operacionalizar um Centro de Monitoramento Remoto (CMR) nas estruturas da Fundação Nacional do Índio (Funai) em Brasília/DF e em Altamira/PA.

O objetivo do CMR é realizar o monitoramento das Terras Indígenas do Médio Xingu e das Terras Indígenas contidas na Amazônia Legal Brasileira, identificando a movimentação indígena e os crimes ambientais nessas terras, alertando a Funai sobre qualquer movimentação ocorrida.

Ação

A área monitorada é de aproximadamente 1,5 milhões de quilômetros quadrados, o que corresponde a aproximadamente 98% das Áreas Indígenas Protegidas em todo território brasileiro. A revisita e atualização das informações, com base em imagens ópticas, é realizada em 32 dias, o que possibilita a autuação dos responsáveis com agilidade e precisão, independente da incidência de nuvens.

A HEX também disponibilizou uma plataforma com recursos digitais específicos com integração de mapas interativos, mapoteca e relatórios, a fim de facilitar a visualização dos dados pelo cliente. As tecnologias de geoprocessamento do projeto são baseadas apenas em softwares livres, desde o banco de dados, até o servidor de imagens e ferramentas de manipulação dos dados geográficos, reduzindo fortemente o custo operacional do CMR.

Resultado

Desde o início da implantação do CMR, o tempo destinado à preparação e ao processamento das imagens de satélite pela equipe da Funai diminuiu em 60%, garantindo maior eficiência à missão institucional de proteger as Terras Indígenas do País.

Saiba mais sobre a HEX com nossos consultores. Entre em contato agora mesmo.